BANNER

domingo, 1 de março de 2015

Nota de pesar

Aglaia e Maria Vitória

Faleceu no começo da note desta sábado (28/02) em um hospital em Fortaleza capital do Estado do Ceara, Maria Vitória conhecida pelos parentes e amigos mais próximos por "Babi" filha da vereadora de Santa Rita em exercício, Aglaia Prazeres. 

Maria Vitória tinha 2 anos, e acabara de realizar uma cirurgia para correção cardíaca na ultima sexta-feira (27) por volta de 13h00.

Após 24 horas da realização dos procedimentos, Maria Vitória não resistiu. O corpo está sendo transladado para o município de Santa Rita e deverá chegar nas próximas horas. O velório está previsto para acontecer em sua residência.

Em função do ocorrido, a Presidente da Câmara de Santa Rita, Marcio Muniz em nome do poder legislativo emitiu nota de pesar nesta manha de domingo (01/03).

Nota de Pesar

“Foi com profunda tristeza que recebemos na noite deste sábado (28/02) a notícia da morte de Maria Vitória (Babi), filha da vereadora Aglaia Prazeres. A Câmara de Vereadores de Santa Rita em nome do seu Presidente Marcio Muniz, todos Vereadores e demais Funcionários da casa manifestam aqui os seus mais sinceros e profundos sentimentos de pesar".

Neste momento prestamos solidariedade aos familiares e amigos enlutados pela perda irreparável. Vá em paz”!

Marcio Muniz 
Presidente da camara de Santa Rita

Tudo pronto para o Bis do Carnaval em São Simão


Uma especie de ressaca do carnaval em Rosário (sede) é o bis do carnava do povoado São Simão, que mantém as raízes na tradição. O carnaval do pequeno povoado, porém significativo para a cidade de Rosário, consegue aglutinar e reunir uma boa quantidade de foliões da região do Munim e da capital maranhense duas semanas após o término do carnaval tradicional. 

São dois dias de folia, com início neste sábado (28) e término no domingo (01/03), nos quais se apresentam blocos tradicionais e organizados, além das tradicionais, num período que já foi batizado de Bis de São Simão ou Lava Pratos de São Simão, e que promete atrais diversos visitantes.

O Lava Pratos de São Simão já é uma tradição de quase 40 anos, e sempre atrai milhares de pessoas durante a sua realização, procurando priorizar as apresentações de grupos tradicionais da própria região, além de apresentações de grupos carnavalescos locais”. 

O Bis de São Simão teve como precursor seu Zé de Barros, que mais tarde foi sucedido pelo senhor Anilton Pedroso. Com o falecimento deste, a brincadeira foi adotada pela Associação dos Barraqueiros e a associação da Casa das Velhas e apoio e incentivo da prefeitura municipal de Rosário.

População pega ladrão de "porrada"


A população de Vargem Grande não aguenta mais essa onda de assaltos que todo dia acontecem na cidade, prova disso é que, cansada de não ver a Polícia resolver os problemas, hoje (26) algumas pessoas lincharam um homem que tentou assaltar uma senhora armado com uma faca.

O homem identificado como Antônio Soares, de 22 anos, tentou assaltar uma senhora, que não foi identificada pelo Blog, nas proximidades do Parque dos Buritis, mas acabou se dando mal, pois a mesma conseguiu pedir socorro e outras pessoas chegaram ao local para ajudá-la.

Acuado e com medo, Antônio Soares saiu correndo e pulando muros das residências, até que foi pego e linchado pelos moradores, que só pararam quando a Polícia Militar e a Guarda Municipal chegaram para recolher o acusado.Ele foi encaminhado para a Delegacia onde encontra-se à disposição da Justiça

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Denúncia de propina a Collor faz da Petrobras elo entre impeachment e Lava Jato

Por Vasconcelo Quadros

Ex-presidente começou a cair, em 1990, quando PC Farias foi denunciado por pressionar a estatal a fazer empréstimo fraudulento à Vasp

A inclusão do senador e ex-presidente da República Fernando Collor (PTB-AL) como suposto beneficiário de uma propina de R$ 3 milhões da BR Distribuidora liga a Petrobras à origem dos dois maiores escândalos de corrupção do último quarto de século: a estatal foi o primeiro alvo do esquema de corrupção operado pelo empresário Paulo César Farias, o PC, que resultaria no único impeachment de um presidente da República na história do País.

O caso veio à tona em outubro de 1990 através de denúncia do então presidente da estatal, Luiz Octávio de Motta Veiga, que pediu demissão do cargo acusando pressão de PC Farias e do ex-secretário-geral da Presidência, Marcos Coimbra, cunhado do ex-presidente, para aprovar um empréstimo de US$ 40 milhões à extinta companhia aérea Vasp.

Collor disse à época que mandaria apurar o caso, mas acabou lavando as mãos, deixando o caminho livre para o empresário. Caixa de sua campanha presidencial, em 1989, PC organizou um “propinoduto” tão arrojado como o que está sendo investigado na Operação Lava Jato. As diferenças básicas entre um caso e outro: os partidos políticos fora alijados do esquema, a propina circulava por uma rede de laranjas, os corruptores permaneceram impunes e o poder de investigação das instituições era bem menor.

O inquérito da Polícia Federal presidido à época pelo delegado Paulo Lacerda - ex-diretor que deu início às operações de impacto contra a corrupção, em 2003 - demonstrou que através da Empresa de Participações e Construções (EPC), uma espécie de holding na arrecadação de propinas, PC Farias havia grudado seus tentáculos em toda a estrutura do governo federal.

Um dos mais arrojados esquemas era justamente na Petrobras, onde o empresário tinha influência em negócios nacionais e internacionais. Os investigadores estimaram à época que nos anos em que funcionou, até o esquema ser desmantelado, PC teria arrecadado algo em torno de U$ 2 bilhões, tesouro cujo destino se tornou um grande mistério com a morte do empresário, em 1996. A arrecadação de propina deveria formar caixa para garantir ao grupo longevidade no poder.

As investigações sobre o esquema PC só seriam abertas dois anos depois da denúncia de Motta Veiga, com a entrevista do irmão de Collor, Pedro, à revista Veja, acusando o empresário alagoano de “testa-de-ferro” do presidente da República. A pá de cal seria jogada pelo motorista Eriberto França, que entregava os recursos provenientes de propina à Casa da Dinda, residência oficial da família Collor.

Em abril do ano passado, o mesmo STF que mandou para a cadeia a antiga cúpula do PT no caso mensalão absolveu Collor, que havia sido acusado de peculato, corrupção passiva e falsidade ideológica. A alegação foi de que não havia provas de que o ex-presidente tenha favorecido PC em troca do dinheiro recebido por sua família. A teoria do domínio do fato, aplicada no mensalão, foi rejeitada. Livre, Collor ainda ironizou, afirmando que o país devia a ele dois anos de mandado, já que seu governo só terminaria em 1994. O julgamento ocorreu 22 anos depois das denúncias quando dois crimes já estavam prescritos graças à lentidão do judiciário.

PTB no esquema - Em depoimento prestado dentro do acordo de delação à força-tarefa que investiga a Petrobras, o doleiro Alberto Youssef afirma que o ex-presidente seria o destinatário de uma propina de R$ 3 milhões, o equivalente a 1% de um suposto contrato firmado entre a BR Distribuidora e uma rede de postos de combustíveis de São Paulo. O doleiro sustenta, também, que mandou entregar R$ 50 mil em espécie ao ex-presidente, no apartamento deste em São Paulo.

Se forem confirmadas, as declarações do doleiro recolocam Collor na mesma cena do crime que gerou seu próprio impeachment, no caso, a Petrobras - que agora assombra o governo da presidente Dilma Rousseff - e ainda põe na mira da Operação Lava Jato um novo partido político, o PTB, que também operaria na estatal. Até as declarações sobre o suposto envolvimento de Collor, sabia-se que a propina desviada da estatal fazia parte de um acordo entre PT, PMDB e PP, que dominavam as diretorias da estatal.

Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, Youssef afirma que o suborno foi intermediado por um ex-ministro de Collor, o empresário e consultor de energia Pedro Paulo Leoni Ramos, ex-secretário de Assuntos Estratégicos do ex-presidente e dono da GPI Participações. Leoni foi apontado como emissário de Collor e do PTB. A rede de postos teria pago a propina de 1% sobre contratos equivalentes a R$ 300 milhões para se tornar revendedora exclusiva da BR Distribuidora, uma das subsidiárias sob investigação.

As declarações de Youssef envolvendo Collor foram encaminhadas ao procurador geral da República, Rodrigo Janot, que deve decidir, na próxima terça-feira, se pede ou não a abertura de inquérito sobre o ex-presidente. O ex-presidente, que é jornalista, não atende repórteres. Quando soube do depoimento do doleiro, enviou, por sua assessoria, uma resposta lacônica: é amigo de Leoni, mas não recebeu dinheiro nem conhece Youssef.

Caminhoneiro atropela e mata colega em protesto no RS

Polícia Federal fala com caminhoneiros durante protesto na BR-116, em Curitiba
Um caminhoneiro que furou o bloqueio de seus colegas em uma estrada do Sul do país atropelou e matou um dos manifestantes. O caso aconteceu neste sábado. Manifestantes mantêm interrompidas há 11 dias as principais vias do país, em protesto contra o aumento do preço do diesel, além de pedirem aumento no preço dos fretes.

O incidente, segundo a Polícia Rodoviária, ocorreu na manhã deste sábado na via BR-392, no município de São Sepé, a 265 quilômetros do Porto Alegre, onde prosseguem os protestos apesar do acordo entre o governo e transportadores.

A vítima, que morreu no local, foi identificada como Cléber Adriano Machado Ouriques, de 38 anos, enquanto o caminhoneiro responsável pelo atropelamento fugiu e é procurado pela polícia.

De acordo com as autoridades, o atropelamento ocorreu depois que o caminhoneiro não quis atender ao pedido dos colegas e acelerou seu veículo. Então, Ouriques e outros manifestantes decidiram segui-lo durante 10 quilômetros em um automóvel comum.

Após ultrapassar o caminhão, os manifestantes desceram do automóvel e ficaram no meio da via para que seu colega parasse, mas este não reduziu a velocidade e terminou atropelando Ouriques.

Na sexta-feira, a Via Dutra, a principal estrada entre São Paulo e Rio de Janeiro, foi bloqueada durante uma hora por caminhoneiros.

Perante os problemas de abastecimento que provocaram os bloqueios, o governo pediuu na quinta-feira que a Polícia Rodoviária aplique multas determinadas um dia antes pela Justiça e cujo propósito era liberar algumas estradas do país, dado o acordo entre as transportadoras e as autoridades.

Após mais de dez horas de negociações, o Executivo e representantes dos caminhoneiros acordaram um pacote de medidas que incluem a renegociação das dívidas do setor e o compromisso da Petrobras para não aumentar o preço do diesel nos próximos seis meses, entre outros pontos.

No entanto, apesar do acordo, vários grupos de caminhoneiros, mobilizados por sua própria conta e sem a convocação dos grêmios, mantiveram neste sábado bloqueios em 24 estradas federais e 51 pontos de 27 vias no Rio Grande do Sul.

Prefeita Roberta ergue ponte no povoado Sumaúma em Axixá

Jorge Protásio e trabalhadores
A ponte mede 4,00 X 12,00m, edificada com estrutura de ferro e madeira

Visando melhorar a mobilidade para as pessoas que vivem no zona rural, a Prefeitura de Axixá , por meio da secretária de Infraestrutura realizou a construção da ponte no povoado Sumaúma, substituindo a velha estrutura que outrora havia caído. 

Foi em ritmo acelerado que a prefeita Roberta, com recursos próprios concluiu a obra de construção da ponte que beneficiará dezenas de moradores do bairro que interligam os municípios de Axixá e Presidente Juscelino. A informação foi prestada à reportagem pelo secretário municipal de Infraestrutura, Jorge Protásio.

Segundo ele o secretário Jorge Protásio, a obra substituirá a antiga ponte de madeira, que estava em péssimo estado de conservação, permitindo, assim, a travessia de veículos leves e pesados, inclusive veículos que fazem o transporte de alimentos, ambulâncias e viaturas da Polícia Militar.

A prefeita Roberta que buscou em tempo hábil formas de dar suporte ao produtor rural no atendimento de anseios importantes com restruturação da ponte, relatou a prefeita. A prefeita ressaltou ainda a importância da ponte para o transporte escolar de dezenas de crianças da comunidade, tendo em vista que antes era preciso circular diariamente para ter acesso ao ensino.
Ponte em fase de acabamento

Prefeitura de Bacabeira presta contas ao TCE

A prestação de contas relativas aos anos de 2014 e 2015 foi entregue por meio eletrônico.

A Prefeitura Municipal de Bacabeira, com o objetivo de promover a transparência fiscal e o melhor controle das contas públicas, enviou, nesta quarta-feira (25), ao Sistema de Auditoria Eletrônica (SAE) do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA), informações relativas ao planejamento orçamentário do município referente aos anos de 2014 e 2015.

O Sistema de Auditoria Eletrônica é uma ação pioneira do TCE, criado para tornar mais ágil e eficaz a atuação da Corte no julgamento de contas. Os servidores foram habilitados a elaborar nos padrões exigidos pela legislação e pelo próprio SAE as ferramentas de planejamento da gestão pública, Plano Plurianual (PPA), Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e Lei Orçamentária Anual (LOA). A prestação de contas relativas ao planejamento governamental do município entrou em vigor no dia 1° de janeiro de 2015. O registro dessas informações deverá ser providenciado até sexta-feira (27). O descumprimento na prestação das informações resulta em aplicações de multas ao gestor.

De acordo com o assessor de contabilidade da prefeitura de Bacabeira, Nilton Mota, através do SAE, a prefeitura de Bacabeira alimenta as peças orçamentárias, programas e ações do município. “Ficou mais prático alimentar essas informações por meio do SAE. É uma importante ferramenta de tecnologia da informação, porque permite o bom gerenciamento do recurso público”, explicou o assessor.

Para o prefeito Alan Linhares, a iniciativa em aderir ao SAE, cumpre o compromisso de zelar pela transparência com o dinheiro público. “Apresentando o balanço contábil e financeiro da nossa administração, tratamos com respeito o dinheiro público do município de Bacabeira”, avaliou Alan Linhares.

Entorpecentes e veiculo L200 é apreendido na região

Curta a página do Blog no Facebook

Foi preso pela policia militar em Axixá, Alexandre Oliveira Silva, vulgo 'Xanxande' 24 anos, residente no povoado Veneza.

Co acusado foi apreendidos: 01 (uma) moto XRE 300, cor preta, sem placa; 01 (um) revólver Taurus calibre .38 nº 37675; 05 (cinco) munições cal .38, sendo uma deflagrada; 01 (uma) balança de precisão; 01 (um) tijolo de uma substancia semelhante á maconha pesando aproximadamente 1 kg; 01 (uma) pequena porções de uma substancia semelhante a maconha; 03 (três) pedras de uma substancia semelhante a Crack.

Após perceberem a movimentação da polícia, os mesmos adentraram em um matagal juntamente com a motocicleta. A guarnição entrou no matagal em diligencia e encontrou a motocicleta abandonada. Em seguida os PM's observaram as pegadas na mata e estas os levaram até próximo a casa do conduzido 'Xanxande'. Ao adentrarem na residencia para averiguação, foram encontrados na mesma os objetos acima citados, com exceção da motocicleta.

Convém ressaltar que o acusado, segundo informações, é responsável pela maioria dos assaltos a banco, caixas eletrônicos e tráfico de drogas na região de Axixá, sendo um dos principais mentores desses crimes na região do Munim.

Alexandre Oliveira Silva,  vulgo xanxande, foi autuado e flagrante pelo delegado de Rosário, Marconi Motta, no Art 12 caput da lei n 10. 826/2003 c/c Art 33 da lei n 11. 343/06, o mesmo será recambiado para centro de triagem em Pedrinhas.

Em Barreirinhas - Uma ação coordenada pelo Capitão Rodrigues, baseada em denuncia levou a policia militar a um veiculo Mitsubishi L200 triton de placa NIO-3219, o mesmo foi localizado no povoado Juçaral das Canoas.

Após investigação da PM constatou-se que o acusado se aproveitando da ingenuidade da vitima vendeu este carro roubado, L200 triton, em troca de 7 cabeças de gado, uma moto, uma forrageira e mais 3 mil reais. O acusado foi preso e conduzido até a DP de Barreirinhas para serem tomadas as devidas providencias.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Comitiva de Rosário foi recebida pelo Secretário de Esporte Marcio Jardim

Nonato Torres, Valber Neto, Marcio Jardim, Silvestre Teles e Pedrosa Filho

Nesta quinta-feira (26), a convite do Secretário de Estado de Esporte e Lazer Marcio Jardim, o Secretário de Esporte e Lazer do Município, Silvestre Teles participou de uma reunião em São Luís, referente a assuntos pertinentes ao Ginásio Ferreirinha, além disso, discutiram a situação e projetos para o esporte no Município.

Em seu gabinete, o Secretário Marcio Jardim recebeu Silvestre Teles e uma comitiva encaminhada pela Prefeita Irlahi Linhares que no momento não foi possível esta presente devido a reuniões já agendadas.

A reunião entre Marcio Jardim e a comitiva foi para discutir parcerias entre a secretaria de esporte e o Município de Rosário relacionado ao esporte em todas as modalidades. A comitiva formada pelo Secretario de Turismo Nonato Torres, Secretário de Juventude Walber Neto, vereador Pedrosa Necó e o Secretário de Esporte e Lazer do Município Silvestre Teles saíram satisfeitos com o resultado da reunião. 

Nonato Torres, Valber Neto, Marcio Jardim, Silvestre e Pedrosa Filho
Na oportunidade Nonato Torres falou sobre os projetos na área do turismo para o Município, Walber Neto sobre investimentos na área do esporte direcionado aos jovens rosariense, além disso, todos acreditam, com o novo governo as coisas irão melhorar, as dificuldades serão superadas e novas portas irão se abrir aos desportistas rosarienses.

Após ouvir as solicitações, o Secretário Marcio Jardim demonstrou interesse em ajudar o Município, além disso, deixou claro que irá apoiar e fortalecer o esporte rosariense.

FHC ironiza Dilma em foto com cédula de Real: “Foi FHC”

FHC ironiza Dilma

Depois de Dilma Rousseff se basear na delação premiada de Pedro Barusco para atribuir o início da corrupção na Petrobras ao governo de FHC, as redes sociais não perdoaram a presidente.

As piadas diziam que a culpa pela extinção dos dinossauros caberia a FHC, assim como os atentados ao World Trade Center, a morte de Ayrton Senna, a derrota na Copa de 1950, a Gripe Espanhola, entre outros.

Além de responder Dilma dizendo que a atitude dela era a de quem “bate a carteira e grita ‘pega ladrão”, FHC resolveu entrar na brincadeira. Com uma cédula de dois reais à mão, o ex-presidente foi fotografado pelo senador Cássio Cunha Lima fazendo referência ao Plano Real e ironizando: “Foi FHC”.

Brandão enfrenta descontentamento com funcionários da camara de Rosário


É grande o descontentamento de funcionários nos corredores da camara com o novo presidente eleito para o biênio 2015/2016, Agenor Brandão. Tudo por conta de algumas regras estabelecida pelo então presidente em exercício.

Uma das insatisfação relatada ao blog é a carga horária de trabalho que foi estendida a permanência de uma hora a mais do que normalmente era realizado pelos ex-presidente. 

O horário segundo regimento é de 07h00 as 13h00 de segunda a sexta, mas por motivo de pouca demanda na casa legislativa os funcionários cumpriam o expediente até as 12h00.

Essa é apenas uma de alguns regras pregada pelo presidente Brandão. É notório que poucos são os vereadores que visitam a casa legislativa pelo menos duas vezes por semana, sendo que existe vereador que visita a casa com vestes inadequadas.

O blog vai ficar de olho nas novas regras...

Correios acaba de ser assaltado em Axixá, policia em perseguição


Informações chegam a redação que pelo menos 3 meliantes armados acabaram de realizar um assalto a agencia dos correios no município de Axixá. Não tem ainda infirmação com agiram para praticar o assalto e se levaram alguma quantia em dinheiro.

A policia militar de Rosário e cidades vizinhas foram acionada e devem está realizando buscas na tentativa de interceptar os autores da ação.

Aguardem mais informações...

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Vereadores iniciam trabalhos legislativo 2015, nesta sexta em Santa Rita


A camara de vereadores do município de Santa Rita, inicia suas atividades legislativa do ano 2015 nesta sexta-feira (27). A sessão que marca o inicio do segundo período está previsto para acontecer na parte da manhã, no plenário, Calixto Santos. 

O parlamento que volta revigorado, promete debater os principais assuntos inerentes a leis, orçamentos e assuntos pertinentes ao município de Santa Rita. 

O parlamento município tem tem 13 vereadores, e segue em segundo mandato como presidente, uns dos vereadores mais experientes da casa, o vereador Marcio Muniz, que estará a frente por mais dois período.

Irmã de Hilton Gonçalo não conclui obra da saúde em Pastos Bons

Prefeita Iriane Gonçalo

Uma obra que passou do prazo de entrega deve resultar no encaminhamento de ação na Justiça cobrando a responsabilidade da Prefeitura de Pastos Bons. A obra orçada em R$ 151 mil reais, passou do período que deveria ser entregue.

Localizada no povoado Angical, a obra que foi anunciada pela prefeita Iriane Gonçalo(PV) como um grande investimento que beneficiaria milhares, hoje amarga do desprezo da população de Pastos Bons.

A placa da obra comunica informa que foi iniciado os trabalhos no dia 02/12/13 e terminaria em 02/12/14. O investimento foi para ampliação da unidade básica de saúde. O descaso público da gestão de Iriane Gonçalo reflete na população que se submete a buscar atendimento em redes hospitalares de cidades próximas.